Conheça os benefícios de castrar sua cadela

Temida por muitos donos de pets, a castração de cadelas é um procedimento extremamente benéfico para os animais. Envolvido em uma série de mitos – que são, na maioria dos casos, os fatores que fazem com que os proprietários encarem a castração como algo perigoso – este processo é rápido e simples, além de trazer muitas vantagens para a saúde e o bem-estar das cachorrinhas.

Embora uma cirurgia seja, quase sempre, um sinônimo de problemas, a operação de castração de cadelas é tranquila e raramente ocasiona complicações – livrando as cachorrinhas de uma série de problemas sérios e bastante comuns que podem chegar a ser fatais. Embora haja, no caso das cadelas, uma certa tendência de aumento de peso após a castração, o processo diminui consideravelmente os riscos do desenvolvimento de tumores de mama.

Além de outras vantagens – que serão abordadas de maneira mais específica ao longo do texto – a castração de cadelas tem, ainda, o benefício de impedir a reprodução do animal; ajudando a controlar o nível de abandono de cães e evitando o uso de anticoncepcionais para cadelas . Entenda, a seguir, como funciona o processo de castração em cachorras e conheça os principais benefícios dessa cirurgia; tão erroneamente temida pelos donos de pets.

O procedimento da castração em cachorros

Consistindo na remoção de ovários e útero das cadelas, a castração impede a reprodução do animal, e pode ser realizada quando a fêmea ainda é bem nova. Contudo, ainda há uma discussão sobre a conduta de acordo com cada profissional veterinário em relação à idade ideal para se castrar. Esta discussão fica em volta de dois períodos, sendo, o primeiro, castrar antes do primeiro cio e, o outro, castrar entre o primeiro e o segundo cio.

Cada um apresenta seus pontos positivos e negativos, sendo que a primeira opção tem uma maior prevenção em relação ao câncer de mama, porém com a possibilidade de o animal apresentar incontinência urinaria vitalícia e infantilização das genitálias. A segunda opção oferece uma prevenção muito boa em relação ao câncer e não corre risco de causar a incontinência.

Independentemente do caso, o ideal é que o dono do pet procure um médico veterinário para se informar adequadamente sobre todo tipo de cuidado que o processo envolve, garantindo o bem-estar do animal e certificando-se de que a fêmea está em boas condições de saúde para passar pelo procedimento – o que é feito por meio de uma bateria de exames laboratoriais, cardíacos e clínicos requisitados pelo profissional veterinário.

Por ser uma cirurgia simples e rápida, a recuperação das cadelas que passam por ela é, também, bastante tranquila; e em cerca de uma semana a maioria dos animais já pode retomar quase todas as suas atividades normais. No entanto, nesse período pós-operatório, alguns cuidados especiais são necessários – como a redução do nível de exercícios físicos, a administração das medicações e o uso de um colar elizabethano ou roupa cirúrgica, para impedir que o animal lamba ou morda os pontos da incisão da cirurgia.

Cuidados com a obesidade das fêmeas

A principal desvantagem da castração de cadelas é a tendência ao aumento de peso e à obesidade – e este fator afeta, principalmente, as fêmeas (embora cães machos também possam engordar após o processo). Por isso, é necessário que, após o procedimento, as cachorras passem a ter uma alimentação mais controlada e um nível de atividades físicas maior e mais constante.

Nos casos em que as cadelas são castradas ainda bem novas (por volta dos quatro meses de idade), há uma crença de que o autocontrole do animal em relação à alimentação seja maior – entretanto, não há provas reais disso, e o controle alimentar deve ser uma preocupação constante de quem tem uma cadela castrada em casa.

Embora possa parecer algo que requer esforço demais, esse controle alimentar para que as cadelas não se tronem obesas é relativamente simples, e uma dieta de poucas calorias e atividades físicas constantes já é capaz de manter a cadela saudável. Conversar com seu médico veterinário também é a melhor pedida em relação a este fator, já que o profissional poderá lhe indicar adequadamente qual é o melhor tipo de alimento e dieta para a sua pet.

Benefícios da castração de cadelas

Conforme citamos anteriormente, a diminuição dos riscos de câncer e tumores diversos é uma das principais vantagens da castração em cadelas – e, enquanto os machos castrados podem registrar melhoras consideráveis em quesitos comportamentais, as fêmeas que passam pela cirurgia têm a prevenção de doenças graves como principal ponto positivo. Confira, a seguir, outras vantagens da castração de fêmeas:
• Diminuição dos riscos de tumores relacionados ao sistema reprodutor
• Prevenção da piometra (grave infecção do útero)
• Elimina a chance de gravidez psicológica e suas consequências
• Evita o cio das cadelas e o uso de anticoncepcionais
• Evita o acasalamento e crias indesejadas
• Aumento da expectativa de vida.

Tendo consciência das vantagens e desvantagens de cada tipo de castração e do quanto o procedimento pode ser benéfico à sua pet, consulte o médico veterinário de sua confiança e considere castrar a sua pet, prevenindo-a das complicações citadas anteriormente.

Nos casos em que as cadelas são castradas ainda bem novas (por volta dos quatro meses de idade), há uma crença de que o autocontrole do animal em relação à alimentação seja maior – entretanto, não há provas reais disso, e o controle alimentar deve ser uma preocupação constante de quem tem uma cadela castrada em casa.

Embora possa parecer algo que requer esforço demais, esse controle alimentar para que as cadelas não se tronem obesas é relativamente simples, e uma dieta de poucas calorias e atividades físicas constantes já é capaz de manter a cadela saudável. Conversar com seu médico veterinário também é a melhor pedida em relação a este fator, já que o profissional poderá lhe indicar adequadamente qual é o melhor tipo de alimento e dieta para a sua pet.

Tendo consciência das vantagens e desvantagens de cada tipo de castração e do quanto o procedimento pode ser benéfico à sua pet, consulte o médico veterinário de sua confiança e considere castrar a sua pet, prevenindo-a das complicações citadas anteriormente.