Castre o seu Coelho

Coelhos castrados e esterilizados são mais saudáveis e vivem mais do que os coelhos que não passaram por esse procedimento. O risco de câncer do sistema reprodutivo (ovário, útero, de mama) para uma coelha é praticamente eliminado pela castração. Já coelhos machos castrados vivem mais tempo, com menos estresse, além de diminuir seus ímpetos agressivos (como disputas e brigas com outros animais).

Coelhos castrados se tornam melhores companheiros. Eles são mais calmos, mais amorosos e confiáveis. Além disso, os coelhos são menos propensos a ações destrutivas (roer e cavar) e agressivas (morder, chutar, grunhir) depois de castrados.

Previne comportamentos desagradáveis. Coelhos machos não castrados costumam marcar território com xixi. Apesar dos machos serem mais propensos a isso, as fêmeas também têm esse hábito. É mais fácil treinar um coelho castrado a usar o banheirinho e a caixinha.

Ajuda a controlar e evitar superpopulação de coelhos. Durante o ano, milhões de adoráveis coelhos, cães e gatos irão morrer devido ao abandono e falta de lar. E é comum que muitos coelhos indesejados sejam largados em terrenos baldios, matas, parques etc., onde vão morrer de frio, fome, acidentes de trânsito, ou como presas de outros animais.

Coelhos castrados são companheiros mais seguros para outros coelhos. Os coelhos são animais sociais e é muito benéfico para eles poderem desfrutar da companhia de outros coelhos. Mas a menos que o seu coelho seja castrado, podem haver brigas por dominância e algumas com consequências bem graves. Principalmente se os coelhos forem do mesmo sexo. Coelhos castrados tem maiores chances de se darem bem, e de encerrarem as brigas por dominância mais rapidamente.

Esterilização e castração para coelhos é um procedimento seguro quando realizado por veterinários experientes em coelhos. A mortalidade por castração é mínima, desde que seja feita por um profissional experiente, e os cuidados pós-operatórios sejam seguidos à risca.

A cirurgia é segura em coelhos?

A cirurgia de castração e esterilização é tão segura para coelhos quanto para qualquer animal. Infelizmente, a grande maioria dos veterinários não têm experiência com técnicas de cirurgia em coelhos. Apenas veterinários especializados em exóticos podem realizar esta cirurgia, bem como consultar ou fazer qualquer tipo de tratamento em coelhos.

Qual a idade que os coelhos podem ser esterilizados ou castrados?

Os machos podem ser castrados assim que os testículos descerem, o que o ocorre geralmente entre o segundo e o terceiro mês de idade, sabendo que o coelho então estrá sexualmente maduro.

Para as fêmeas, essa maturidade ocorre geralmente a partir do quarto mês de idade. Há quem prefira esperar até que elas completem seis meses de idade, por medo de fazer a cirurgia em uma coelha jovem demais. De fato, a esterilização em coelhas é uma cirurgia mais complicada que as dos machos, e o pós-operatório exige bem mais cuidados.

Quando o coelho é velho demais para ser esterilizado ou castrado?

Cada veterinário tem uma opinião própria sobre isso. Mas a maioria afirma que a idade limite para castrar um coelho é de 6 anos. Isso porque a utilização de anestésicos e até mesmo a própria cirurgia se tornam mais arriscadas para ele. No entanto isso não impede que a castração seja feita. Caso o seu coelho já tenha ultrapassado a idade limite, e seja necessária uma castração, leve-o ao veterinário para que sejam feitos todos os exames, verificando se a saúde dele está ok, e se é possível realizar a cirurgia.

Aliás, fazer esse exame minucioso, incluindo exames de sangue completo, é recomendado até mesmo para coelhos que tenham idade superior a dois anos. Este cuidado pode até mesmo sair mais caro que a cirurgia, mas tornará qualquer procedimento cirúrgico mais seguro.

Como saber se uma fêmea já foi castrada?

Até por ser um procedimento mais caro e complexo do que a castração no macho, o mais provável é que a fêmea não tenha sido castrada.

Ao raspar a pelagem da barriga, é possível encontrar a cicatriz da castração. No entanto, alguns veterinários possuem técnicas de costura que não deixam nenhuma cicatriz. Há alguns que chegam a tatuar a barriga da coelha, para indicar que já foi feito o procedimento. Ultrassonografia pode ser o método mais seguro para verificar se a coelha foi ou não castrada.

Fonte: site cachorro gato